As nossas escolas estão a matar a criatividade

Se está ligado à actividade educativa não deixe de ver este vídeo sff!
Se não está, veja também. Decerto irá lá encontrar a história da sua vida...

Ricos e Pobres

 

The Fever, filme distribuido pela HBO, com Vanessa Redgrave, Michael Moore, Angelina Jolie e realizado por Carlo Nero.

Devia ser exibido nas escolas, no 9º ano. Nas escolas que não existem.

Se tem preocupações sociais, não veja este filme. Se não tem, é melhor não ver também.



Aqui está apenas um resumo que define o seu conteúdo.

Maus Tratos contra as Mulheres


Pelo fim dos maus tratos contras as mulheres, eu pronuncio-me

"As assinaturas recolhidas em papel, neste cartão vermelho contra os maus tratos, bem como as electrónicas, serão entregues na Assembleia da República no final do ano. Sejam as que sejam, dependerá do alcance da nossa voz e da disposição dos portugueses."

Maltratar qualquer ser vivo que connosco obteve por natureza o direito a ocupar o seu lugar neste Planeta não é digno de nenhum ser humano. Mesmo quando isso acontece entre os não humanos tal facto é devido a uma luta pela sobrevivência da espécie e quando inter-espécies é a luta pela evolução do mais apto. Darwin ajuda na resposta. Mas entre nós, os que nos achamos seres superiores, maltratar o seu semelhante é mais do que indigno, é a falta total do respeito que devemos aos nossos iguais e do dever de sermos solidários para com todos eles, de estarmos a seu lado sempre que for preciso, de sermos até parte do pão para as suas bocas famintas quando dele necessitem e de os acolhermos debaixo do nosso teto quando por ínvios caminhos da desigualdade social não tiverem onde se abrigar.
Maltratar as mulheres como se fossem seres inferiores, relegadas para um lugar de submissão, seguindo infelizmente um caminho tortuoso verificado ao longo da História das Civilizações, quando elas são de facto iguais ao homem e muitas vezes superiores a ele em inteligência, sensibilidade e aptidões nas mais diversas áreas, é um crime hediondo que se assemelha aos que o direito internacional persegue e condena.
Maltratar, como é o caso das notícias que enchem diariamente a comunicação social, a mulher que ambos escolheram para em conjunto construir um futuro que se prometia pleno de felicidade, companheira ou esposa, sobre a qual a partir de certa altura o homem descarrega toda a sua violência, muitas vezes atingindo-a com golpes mortais ou mesmo desfigurantes para o resto da vida, não pode continuar a ser permitido.
Os caminhos para o evitar são vários. Por meio de legislação eficaz, de educação, de vigilância, mesmo até de denúncia - porque não? - há no entanto ainda que juntar as vozes de todos os que se revoltam contra a impunidade dos culpados e exigir de quem de direito para que sejam tomadas urgentemente as medidas necessárias junto dos responsáveis pelo poder judicial e policial.
Por vezes assiste-se ao famigerado conceito de que o mal não é particular do nosso povo, que é geral por todo o mundo - em alguns locais ainda pior - que muita coisa temos que resolver, etc., etc. Não me convencem essas respostas. De facto não é particular do nosso povo. E felizmente que os casos são pontuais mas infelizmente com tendência para aumentar. Por outro lado, é por aqui que estamos, é aqui que vivemos, é neste país que queremos acabar com esta chaga vergonhosa. E por isso o apelo deste grito que sai do mais profundo da nossa alma:

Pelo fim dos maus tratos contras as mulheres, eu pronuncio-me!
Assine a Petição que vai ser enviada à Assembleia da Républica
Carregue aqui: http://www.josesaramago.org/detalle.php?id=1075

Combustível a partir de lixo plástico

Parece um sonho, mas já é realidade. Reciclar todo o plástico que deitamos para o lixo, obtendo combustível para fazer andar qualquer motor de combustão interna. Veja no filme o que se passa no Japão e que certamente se disseminará por todo o Mundo.

O mundo precisa da WikiLeaks

O site que anda nas bocas do Mundo.

Legendas em português: escolher em View Subtitles