O NOSSO JARDIM RENOVADO


Exactamente. O nosso Jardim. O Jardim Botânico de Lisboa. O projecto de renovação do Jardim Botânico, orçado em 500 mil euros, foi o grande vencedor do Orçamento Participativo de Lisboa, com 7553 votos. Dizemos nosso porque é de todos, sobretudo dos lisboetas. Mas nosso também, para todos aqueles que, como eu, frequentaram a antiga Faculdade de Ciências na Rua da Escola Politécnica, porque o Jardim Botânico onde se situava esse estabelecimento de ensino universitário, o edifício que agora é o Museu Nacional de História Natural e da Ciência era o nosso jardim. O jardim onde estudávamos, onde nos reuníamos em grupos para deliberar assuntos relativos à Associação dos Estudantes, também ela integrada naquele espaço arborizado e onde também se namoriscava,
eventualmente onde principiaram futuros casamentos (pelo menos um deles que conheço bem). Esta curiosa particularidade foi bem frisada nas palavras que o Professor Fernando Catarino proferiu (oiçam o que diz no video em baixo) no passado dia 19 de Outubro quando ali se realizou um evento chamado A Corda pelo Botânico que haveria de reunir centenas de pessoas que deram o laço a duas cordas que então se estendiam, uma desde a Praça da Alegria e outra partindo do Jardim do Príncipe Real. Significava esse laço um “nó simbólico”para completar um longo cordão que ligava os três espaços verdes da nossa cidade, desde o velho portão de entrada do Jardim na parte baixa da cidade até à entrada pela alameda das palmeiras na Politécnica, para que fosse aprovado pela Câmara Municipal, através do seu Orçamento Participativo para 2013, o projecto para a renovação do Jardim Botânico. O Professor Fernando Catarino, professor catedrático jubilado da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, foi sempre um dos grandes lutadores por essa causa e ali esteve presente juntamente com muitas figuras públicas. Como antigo director do Jardim Botânico, a ele se devem as ligações nacionais e internacionais que o Jardim como espaço de investigação possui, o aumento das colecções de herbário e a constituição de um banco de sementes, moderno e actual como está hoje. Mas nos ultimos anos e apesar da sua luta e de muitos dos seus companheiros, actuais responsáveis do Museu Nacional de História Natural e Ciência, o nosso Jardim viveu momentos difíceis com dificuldades enormes para a preservação do seu património natural conseguido ao longo da sua vasta história. Esta recente vitória alcançada por uma intervenção corajosa que reuniu a vontade de muitos dos amantes da natureza e do ambiente citadino vai marcar certamente uma nova etapa na vida do nosso jardim. A todos os que por ele lutaram e ao Professor Catarino, neste dia particular para ele, aqui deixamos os nossos parabéns pelo duplo acontecimento. Oiçamos as suas palavras no decorrer do pequeno vídeo da reportagem da SIC no evento que marcou a esperança na vitória agora alcançada.

2 comentários:

RioD'oiro disse...

Bom dia e uma grande chapelada.

Eurico Moura disse...

Que saudade do Botânico..